SEXTA-FEIRA, 28 AGOSTO DE 2015

Finanças | 13:50

Eliane e Portobello retomam projeto de fusão

Compartilhe:

Eliane e a PortobelloQuatro anos após uma primeira tentativa, a fusão entre a Eliane e a Portobello voltou à  baila. O condottiere da operação seria a Kinea, leia-se Itaú, acionista da Eliane. Juntas, as duas fabricantes de cerâmicas faturam R$ 2,5 bilhões por ano. Eliane e Portobello negam as tratativas. Como em 2011.

Banner211

 



SEXTA-FEIRA, 28 AGOSTO DE 2015

Finanças | 12:30

O tucano amigo

Compartilhe:

marconi e dilma 2Observação de um dos poucos ministros ainda próximos de Dilma Rousseff: “Hoje, o governador mais chegado à presidente é um tucano, Marconi Perillo. É o fim da picada e do governo”.

Banner211

 

 



SEXTA-FEIRA, 28 AGOSTO DE 2015

Finanças | 11:30

Michel & Lula

Compartilhe:

conversa lula e temerApesar do tenso encontro da semana passada no Palácio do Jaburu, quando o vice-presidente se alterou e chegou a bater com os punhos na mesa, Michel Temer tem mantido uma intensa interlocução com Lula. Seus assessores, inclusive, se deram ao trabalho de calcular: são três conversas em média com o ex-presidente para cada diálogo com Dilma Rousseff.

Banner211

 



SEXTA-FEIRA, 28 AGOSTO DE 2015

Finanças | 10:55

Lemann e Abilio já planejam novas aquisições IV

Compartilhe:

abilio e lemmanLemann(foto) e Abilio(foto) enxergam também uma oportunidade de ouro para consolidar uma posição de liderança entre o empresariado nacional. A hora sorri para esta combinação entre a frieza de um e a vaidade de outro. Os investimentos da dupla seriam acompanhados de um discurso motivacional, elevado ao nível do marketing cívico corporativo. Lemann conhece bem do assunto, pois usou a receita com a Ambev. Seria uma sonora demonstração de confiança no Brasil no momento em que a maior parte dos empreendedores está reclusa. Ou seja: além do impacto econômico, tal injeção de ânimo teria também um bônus psicossocial.

Banner211

 

 



SEXTA-FEIRA, 28 AGOSTO DE 2015

Finanças | 10:40

Lemann e Abilio já planejam novas aquisições III

Compartilhe:

abilio dinizBoa parte do ervanário está reservada exatamente para este mercado: os dois empresários pretendem avançar na compra de instituições de ensino médio e transformá-las em academias de excelência. Guardadas as devidas proporções, Abilio(foto) poderá se tornar uma espécie de Warren Buffett em versão doméstica, acompanhando Lemann em diversos negócios no país. Não poderia haver momento mais propício para o encontro entre estes dois potentados. Ambos sabem que o Brasil está barato e o que não falta na prateleira são ativos depreciados, ambiência sob medida para uma dupla tão líquida como essa – só na Península Abilio tem mais de R$ 10 bilhões. Consultada sobre novas aquisições, a Península limita-se a dizer que comprou a Benjamin Abrahão para expandir suas operações. Já a 3G, de Lemann, não se pronunciou.

Banner211

 



SEXTA-FEIRA, 28 AGOSTO DE 2015

Finanças | 10:25

Lemann e Abilio já planejam novas aquisições II

Compartilhe:

ANA MARIA DINIZJorge Paulo Lemann e Abilio Diniz são empresários da mesma espécie. Passam ao largo da área de concessões, da infraestrutura, da indústria pesada e, sobretudo, de negócios que tenham qualquer tipo de imbricamento com o setor público. Os dois nasceram também para consolidar. Assim será nos novos mercados em que ingressarão, na recém-descoberta área de panificação, com a compra da rede de padarias Benjamin Abrahão, ou no segmento de ensino. Os investimentos comuns neste setor devem ser creditados a Ana Maria Diniz(foto), que deu os primeiros passos da associação – Lemann e seu sócio Beto Sicupira têm especial empatia pela filha de Abilio, que há anos milita na área de educação.

Banner211

 



SEXTA-FEIRA, 28 AGOSTO DE 2015

Finanças | 10:10

Lemann e Abilio já planejam novas aquisições I

Compartilhe:

habib's e piraqueDas salas de aula para os balcões de padaria, e destes para as prateleiras de biscoito e as bandejas de esfihas pode ser apenas um passo. A parceria entre Jorge Paulo Lemann e Abilio Diniz está somente esquentando os motores. Os dois maiores empreendedores da área de consumo do país pretendem transformar negócios e setores aparentemente prosaicos em mega operações. As palavras-chave são escala e marca. Esse é o perfil das aquisições estudadas. Quem pensou em nomes como Piraquê e Habib´s não estará de todo errado. Aliás, não estará nada errado. As duas empresas atiçam o apetite de Lemann e Abilio. São brands conhecidos – começar do zero não é do estilo nem de um nem de outro –, estão em todas as esquinas e vendem milhões e milhões de unidades. A fabricante de biscoitos fatura R$ 800 milhões por ano e está presente em mais de 60 mil pontos de venda só no estado do Rio. O Habib´s, por sua vez, reúne quase 400 restaurantes e soma uma receita de R$ 1 bilhão. As duas companhias têm ainda outro ponto em comum que as transforma em potenciais presas: não foram abduzidas pelo processo de consolidação em seus respectivos mercados. Ambas ainda estão nas mãos de seus fundadores, leia-se a família Colombo (Piraquê) e Alberto Saraiva (Habib´s).

Banner211

 



QUINTA-FEIRA, 27 AGOSTO DE 2015

Finanças | 14:30

Klabin vai a mercado

Compartilhe:

klabin (1)A Klabin considera o momento propício para uma captação no exterior. Com o câmbio a favor e a demanda por celulose razoavelmente firme na China, a ação da empresa acumula uma alta de 40% no ano. Procurada, a Klabin não se pronunciou, alegando estar em período de silêncio.

Banner211

 



QUINTA-FEIRA, 27 AGOSTO DE 2015

Finanças | 13:40

A repintura da Akzo Nobel

Compartilhe:

Heder-Frigo-AkzoNobelO novo CEO da holandesa Akzo Nobel no Brasil, Heder Frigo, está descascando a gestão do antecessor, Jaap de Jong. A reforma inclui mudanças estratégicas e a troca de executivos afinados com a antiga gestão. Tudo para trazer de volta a cor do lucro ao balanço da fabricante de tintas. Consultada, a Akzo disse que "as mudanças fazem parte do cotidiano da organização".

Banner211

 

 



QUINTA-FEIRA, 27 AGOSTO DE 2015

Finanças | 12:45

Bilionário do cacau investe em projeto na Amazônia II

Compartilhe:

Dennis MekelDennis Melka e a própria Barry Callebaut esperam colher no Brasil o cacau que está faltando no resto do mundo. Há uma crescente escassez da matéria-prima. Para este ano, o gap entre produção e demanda deverá bater na casa das 100 mil toneladas. O pior ainda está por vir: a projeção é que este déficit chegará a um milhão de toneladas em cinco anos. Responsável por dois terços da produção mundial, a África Ocidental sofre seguidamente com secas e pragas agrícolas. A própria Barry Callebaut está entrando no projeto com o objetivo de garantir o suprimento de matéria-prima para as suas unidades de produção, incluindo duas processadoras de cacau na Bahia e uma fábrica de chocolate em Extrema (MG).

Banner211

 



QUINTA-FEIRA, 27 AGOSTO DE 2015

Finanças | 12:30

Bilionário do cacau investe em projeto na Amazônia I

Compartilhe:

cacau 2O investidor tcheco Dennis Melka, uma espécie de barão do cacau do século XXI, quer se lambuzar de Brasil. Dono de plantações que não têm mais fim na África e na América Central, Melka costura uma parceria entre sua empresa, a United Cocoa, e a suíça Barry Callebaut – maior processadora de chocolate do mundo, com faturamento na casa dos US$ 5 bilhões. Em pauta, a criação de uma joint venture para o cultivo de cacau na Região Amazônica – além do Brasil, o projeto se estenderia também por áreas do Peru e da Colômbia. Melka já mapeou cerca de 500 mil hectares de terras com grande potencial para a plantação do produto nos estados do Pará, Amazonas e Acre. O investimento tem algo de épico. Além de sua extensão, o negócio representaria o retorno da indústria cacaueira nacional às suas origens. Jorge Amado enraizou as plantações do sul da Bahia no imaginário coletivo do brasileiro, mas foi na Amazônia que tudo começou. Vêm de lá, mais precisamente das margens do Rio Amazonas, os primeiros registros de cacau em terras brasileiras.

Banner211

 



QUINTA-FEIRA, 27 AGOSTO DE 2015

Finanças | 11:40

Vai faltar tempo

Compartilhe:

CPI-dos-Fundos-de-Pensao-20-08-2015Numa daquelas medidas que tiram toda a credibilidade do negócio, a CPI dos Fundos de Pensão pretende convocar dirigentes das mais de 100 empresas com participação societária da Previ, Petros e Funcef. Só se os deputados começarem a marcar depoimentos para as madrugadas. A CPI tem menos de 160 dias para finalizar seu trabalho.

Banner211

 



QUINTA-FEIRA, 27 AGOSTO DE 2015

Finanças | 11:14

O trem bala parou. Mas só agora???

Compartilhe:

trem balaA Empresa de Planejamento e Logística (EPL) desmobilizou a equipe e encerrou os estudos técnicos para a implantação do trem-bala entre o Rio e São Paulo. O mais incrível não é a notícia da suspensão dos trabalhos, mas, sim, saber que parte da EPL ainda se dedicava ao natimorto projeto. Procurada, a estatal não se pronunciou.

Banner211

 



QUINTA-FEIRA, 27 AGOSTO DE 2015

Finanças | 11:00

Camargo Corrêa põe à venda participação na CPFL

Compartilhe:

camargo correaA Camargo Corrêa decidiu vender sua participação na CPFL. Com 23,6%, a empreiteira é a segunda maior acionista da empresa, atrás da Previ (29,4%). A Camargo Corrêa não se pronuncia sobre o assunto.

Banner211

 



QUINTA-FEIRA, 27 AGOSTO DE 2015

Finanças | 10:00

Bem longe da Camargo Corrêa

Compartilhe:

regina- camargo correaPor falar em Camargo Corrêa, Carlos Pires Oliveira Dias, casado com Regina Camargo Pires Oliveira Dias, uma das herdeiras de Sebastião Camargo, não apenas deixou o Conselho de Administração do grupo como faz questão de se manter distante do negócio. Pires tem passado cada vez mais tempo na quinta de sua propriedade, em Portugal. Antes, havia tentado obter a cidadania inglesa, mas sem sucesso.

Banner211



QUARTA-FEIRA, 26 AGOSTO DE 2015

Finanças | 16:30

Venda emergencial

Compartilhe:

PIRATINIO governo gaúcho pretende vender parte da distribuidora CEEE e da Corsan, de saneamento, para atenuar o déficit nas contas públicas. Haja estatal! O Rio Grande do Sul vive um gravíssima situação financeira e deve fechar o ano com um buraco de mais de R$ 5 bilhões.

Banner211

 



QUARTA-FEIRA, 26 AGOSTO DE 2015

Finanças | 15:40

Mudanças no Fashion Mall

Compartilhe:

Fashion MallO empresário Paulo Stewart, do grupo Saphyr, que comprou o Fashion Mall da BR Malls no ano passado, procura um sócio para o empreendimento. Não suporta mais carregar sozinho a baixa rentabilidade do negócio. Procurada, a Saphyr informou apenas que está adotando um plano de ações e investimentos para os próximos dois anos. Sobre a possibilidade de um novo acionista, nada comentou.

Banner211

 

 



QUARTA-FEIRA, 26 AGOSTO DE 2015

Finanças | 13:40

Garantia de fornecimento de gás deve destravar venda da Gaspetro

Compartilhe:

gaspetro
A Petrobras deu uma cartada que deverá ser determinante para a venda de até 49% da Gaspetro. A estatal incluiu nas negociações um termo garantindo o fornecimento de gás para todas as distribuidoras das quais é acionista por um período de 20 anos. Era tudo o que a Mitsui e a Beijing Gás, principais candidatas à compra de um pedaço da Gaspetro, queriam ouvir.

Banner211

 



QUARTA-FEIRA, 26 AGOSTO DE 2015

Finanças | 12:00

Momento de fé

Compartilhe:

cunha religiosoHá um frisson na Assembleia de Deus de Madureira, no Rio. Corre a informação de que seu mais célebre e pródigo fiel, Eduardo Cunha(foto), participará da noite de orações programada para a próxima sexta-feira. O nome do evento é que parece um tanto quanto despropositado para a ocasião: “Vigília da Vitória Total”.

Banner211

 



QUARTA-FEIRA, 26 AGOSTO DE 2015

Finanças | 10:50

Depois de Washington, as línguas viperinas de Brasília III

Compartilhe:

LevyEUADe todas as agruras, contudo, não são as aleivosias e trapaças o que mais incomoda o ministro. Joaquim Levy detesta quando lhe põem o epíteto de “ministro da derrama”. É dez milhões de vezes melhor ser chamado de “mãos de tesoura”. Até porque este último apelido é verdadeiro. O ministro é disparado o mais ortodoxo do governo e só não desbasta mais os gastos por saber que um superávit estrutural exigirá mudanças constitucionais. Agora, como é notório, a política econômica tem de pedir bênção ao estamento parlamentar. Nesse ambiente ardido, Levy dá sua permissão para que duvidem de qualquer afirmação de que ele planeja aumentar a carga tributária nacional. A bola da vez são medidas que aumentem a produtividade do país e a desmobilização de ativos do Estado. Imposto mesmo só na sua massacrante rotina. É por essas e por outras que Levy foi a Washington adoçar um pouco a vida.

Banner211



QUARTA-FEIRA, 26 AGOSTO DE 2015

Finanças | 10:35

Depois de Washington, as línguas viperinas de Brasília II

Compartilhe:

Levy viagemA cada tentativa de avanço em direção ao equilíbrio fiscal, tome uma saraivada de metralhadora. Para cada pequena redução de despesa, parte integrante do grande mosaico da política fiscal, há um Mansueto de Almeida ou um Armínio Fraga reclamando a sua insuficiência – mesmo sabendo seu valor no somatório. A medida pontual de criação de uma linha de crédito do BB para o destroçado setor automobilístico é destratada como um subsídio inspirado na nova matriz econômica, quando os recursos foram captados no mercado e não houve sequer o repasse de um grão do Tesouro. A reoneração, por sua vez, é vilipendiada como novo gravame, quando, na verdade, é simplesmente o retorno às condições anteriores à efeméride de Guido Mantega.

Banner211

 



QUARTA-FEIRA, 26 AGOSTO DE 2015

Finanças | 10:20

Depois de Washington, as línguas viperinas de Brasília I

Compartilhe:

joaquim levyA viagem de Joaquim Levy a Washington, no último fim de semana, desencadeou um pipocar de ruidosos boatos. Tudo foi dito, a começar pela sua própria saída do cargo, passando por uma crise de estresse e uma missão secreta junto ao Banco Mundial para a negociação de uma linha especial de financiamento às concessões de obras públicas. Todos os tiros passaram longe do alvo. As motivações reais foram bem mais prosaicas. A ida aos Estados Unidos teve um objetivo regenerativo. Levy é disparadamente o ministro mais sacrificado do governo, seja pela agenda extensa e pressões políticas, seja por se manter afastado da família, que reside na capital norte-americana. Espera-se que a breve passagem por Washington tenha sido revigorante. Ao regressar ao Brasil, não restará outra alternativa ao ministro da Fazenda se não se reencontrar com a realidade que tanto tem lhe nauseado.

Banner211

 



QUARTA-FEIRA, 26 AGOSTO DE 2015

Finanças | 09:30

BR Distribuidora vai reduzir funcionários terceirizados

Compartilhe:

brPromete ser tensa a reunião do Conselho de Administração da BR Distribuidora, marcada para hoje. Entre outros assuntos, os conselheiros deverão discutir uma drástica redução no número de funcionários terceirizados da estatal. Procurada, a empresa não quis se pronunciar.

***

Por falar em BR, o presidente da companhia, José Lima de Andrade Neto, saiu de férias na semana passada. Antes, portanto, de receber o cartão vermelho.

Banner211

 



TERÇA-FEIRA, 25 AGOSTO DE 2015

Finanças | 18:48

BM&F prepara aumento de capital

Compartilhe:

8O alto-comando da BM&F Bovespa e os maiores acionistas da empresa articulam um aumento de capital. Os recursos têm endereço certo: reforçar o caixa para a compra de participações em outras bolsas latino-americanas. Procurada, a BM&F Bovespa não quis se pronunciar sobre o assunto.

Banner211



TERÇA-FEIRA, 25 AGOSTO DE 2015

Finanças | 18:46

Quarto reservado

Compartilhe:

7 A BHG, leia-se GP Investimentos, teria feito uma oferta pelo imóvel onde está instalado o Hotel Sheraton, no Rio. Procurada pelo RR, a BHG negou a operação.

Banner211



TERÇA-FEIRA, 25 AGOSTO DE 2015

Finanças | 12:40

Edir Macedo negocia compra de TV em Portugal

Compartilhe:

6Edir Macedo estaria negociando a compra de um canal de TV em Portugal, uma das maiores bases ultramarinas da Igreja Universal.

Banner211



TERÇA-FEIRA, 25 AGOSTO DE 2015

Finanças | 11:35

O Horn que manda

Compartilhe:

5A rigor, os irmãos Efraim e Rafael Horn seguem dividindo a presidência da Cyrela. Na prática, porém, desceram um andar. Com a crise no setor, o patriarca Elie Horn é quem estaria dando as cartas na gestão. Formalmente, a Cyrela garante que não houve mudanças na administração.

Banner211



TERÇA-FEIRA, 25 AGOSTO DE 2015

Finanças | 09:33

A festa de Temer

Compartilhe:

4A vice-primeira-dama, Marcela Temer, dedica-se aos preparativos para a festa de 75 anos de Michel Temer, que serão completados no dia 23 de setembro. No PMDB, os mais endiabrados só se referem ao evento como "cerimônia de posse".

Banner211



TERÇA-FEIRA, 25 AGOSTO DE 2015

Finanças | 08:30

Só Neeleman enxerga a TAP em céu Azul II

Compartilhe:

3


O grupo norte-americano enxerga na operação o caminho mais rápido para a internacionalização da empresa brasileira, que passaria a ter uma operação própria na Europa. Difícil será convencer o TPG, que enxerga mais dúvidas do que certezas na operação, em função dos números ruins da TAP. A Azul teria que necessariamente se capitalizar. Pelos cálculos do fundo, a brincadeira não sairia por menos de R$ 1,5 bilhão. David Neeleman tenta convencer os sócios com a ideia de atrair o BNDES para o financiamento, já que seria a terceira aérea brasileira a ter presença forte no exterior. Terá que gastar muita lábia, pois o banco tem estado arredio a operações de tão grande risco.


Banner211



TERÇA-FEIRA, 25 AGOSTO DE 2015

Finanças | 08:20

Só Neeleman enxerga a TAP em céu Azul I

Compartilhe:

2A pressa com que David Neeleman expandiu seus negócios de aviação tem deixado um rastro de dúvidas na Azul. A maior oposição vem da Texas Pacific Group (TPG), que lidera um grupo de minoritários disposto a questionar o projeto de Neeleman de usar a Azul para capitalizar a TAP, comprada por ele no mês passado e com dívida de um bilhão de euros. O principal acionista da companhia aérea brasileira tem uma proposta pronta para que a Azul se torne sócia do consórcio Gateway, novo controlador da voadora portuguesa. Se depender de Neeleman, a Azul será uma das maiores sócias da TAP. A operação tem não somente o apoio como o incentivo explícito da United, que tem 5% da Azul.


Banner211